Foi o que deu, quando misturei meus enfeites e feitiços.
Coisas de Isa,
que quer deixar a vida mais bela!

É já não dá mais para sair sem levar um casaquinho, mesmo que o céu esteja de um azul deslumbrante e o sol brilhando. Lá pelas 5:30 a temperatura despenca e os faróis já começam a ser ligados, pois já é a hora do lusco-fusco.

E sabe o que essa combinação: escuro + frio causa em mim ?? Compulsão por comida. E comidas calóricas: pão de queijo, chocolate quente, pizza, lasanha, fondue, etc. Tudo que aqueça o estômago e a alma.
No inverno nós gastamos mais energia para nos mantermos aquecidos, mas não o suficiente para encararmos todas as guloseimas quentinhas sem aumentar os dígitos da balança.
O jeito é continuar vigiando:

Resista a tentação de continuar debaixo das cobertas, e pule da cama para fazer seus exercícios. Espante o frio com muito movimento.
À mesa abuse de caldos e sopas de legumes, que são fáceis de fazer, muito nutritivos e ricos em fibras.

Em vez dos chocolates quentes e capuccinos, prefira os chás, que são muito menos calóricos.
Lembre da fábula "A cigarra e a formiga" e, como a formiguinha, trabalhe duro, não para garantir o sustendo durante o inverno, mas para aproveitar um verão de arrasar. Concentre-se no seu novo visual para o fim do ano e comece 2012 em paz com o espelho.

Eu detesto frio, mas adoro sopas. Seguem duas receitas das minhas favoritas:
Sopa de Espinafre com batatas
Ingredientes
1 maço de espinafre

2 batatas picadas em pedaços médios

1 tablete de caldo de frango (eu cozinho um pedaço de frango junto)

1 colher de sopa de margarina (prefiro azeite)

2 cebolas picadas

sal a gosto


Pique as folhas de espinafre e refogue com a cebola e margarina. Em outra panela cozinhe as batatas, o caldo de frango e os talos do espinafre. Quando estiver cozido despreze os talos e bata o caldo, batatas e o refogado de folhas de espinafre no liquidificador. Tempere com sal à gosto e sirva.



Sopa de Palmito


Ingredientes

200gr de palmito em conserva picados

200gr de peito de frango

1 cebola grande

1 folha de louro

sal e orégano à gosto

1 l de água

salsa para polvilhar


Cozinhe na água todos os ingredientes, inclusive o caldo do palmito. Depois de pronto, retire a folha de louco e liquidifique a mistura. Polvilhe salsa para servir.

Depois de algumas semanas sem postar, hoje me deu vontade de escrever outra vez !
Provavelmente porque estive na endocrinologista à tarde, e sempre que vou lá fico meio chateada. E sem motivos, como poderão ver, mas é que nem sempre o coração dá ouvidos à razão...
Acho que o que mais me desanimou foi ouvir tão "abertamente" uma coisa que eu vivo repetindo para mim mesma, mas que teve outro peso vindo da médica.


Meu diálogo de hoje foi algo mais ou menos assim:



Médica - Eu acho que você pode perder mais nove quilos.

Eu - NOVE ??!

Médica - Humm, sete ??!Eu - É sete, tá melhor.
Médica - Aí quando você voltar, eu peço mais dois.Eu - Tudo bem. Cinco, e depois mais quatro, parece viável. Mas nove de uma vez, assusta.

Médica - Mas você está perdendo 1 kg por mês. Tá ótimo ! Assim, em um ano, você resolve seu problema.

Devo ter feito uma cara muito desanimada, porque ela emendou com a frase que me chocou até agora:

Médica - Ah, aí você vai me perguntar "- mas eu vou ter que fazer dieta por um ano ?", eu vou responder: - Não você vai ter que fazer dieta para o resto da vida, e exercícios físicos. Então para quê a pressa ??! Assim, devagar, seu corpo se acostuma melhor às mudanças.

É. Eu sabia que eu ia ter que fazer dieta para o resto da vida, mas ainda não digeri direito ter ouvido isso.

É que fazer dieta para manutenção parece bem mais fácil do que ainda ter que perder 9 quilos !!

Tudo bem que se eu continuar assim, no meu aniversário do ano que vem eu vou estar com o peso ideal, mas é muito longe. Eu tinha um montão de "planos" para quando eu finalmente estivesse magra, mas tinha pensado que isso ia aconter em 1 ou 2 meses. Agora vou ter que me reprogramar e domar a minha ansiedade até o ano que vem.

Raciocinando eu sei que não mudou nada, mas é como se tivessem pego o meu troféu, e adiado a premiação por mais de 6 meses.
Estou me sentindo como "criança de quem tiraram o doce da boca", e literalmene, eu nem cheguei a provar o doce...








Recebi por e-mail e não resisti. Quanto será que a gente emagrece, só dando risada ??


Receita para emagrecer, muito boa, excelente!!!

Chega de buscar remédios. Seus problemas acabaram. Eis a solução

Escolha o melhor pacote:


1. 10 quilos em cinco dias.


2. 20 quilos em três dias (não amadoras).


3. 30 quilos em um dia! (só para profissionais).


A mulher decidiu ligar para a empresa e experimentar a última moda para emagrecer, e pediu o primeiro pacote...


No dia seguinte tocaram a campainha pela manhã e, ao abrir, encontrou um jovem lindo, com o corpo todo sarado, num short esportivo justo que deixava ver todo seu equipamento de trabalho, com tênis esporte e um cartaz que dizia:


"Se me alcançar, serei seu!"


A mulher começou a correr como desesperada por todo bairro até que o alcançou e fizeram o que tinham que fazer. Assim, durante cinco dias. Ao final dos cinco dias a mulher se pesou e havia perdido 10 kg.


Então ligou para a empresa e disse:

- Senhorita, desejo que me envie o pacote número 2. Quero perder 20 kg em três dias!

- Está certa senhora? Não é para amadores e nem cardíacos.

- Sim senhorita. Estou certa!


No dia seguinte, de madrugada, tocaram à sua porta e, ao abrir, encontrou um tipo escultural, tipo Brad Pitt, totalmente nu, exceto por seu tênis e um cartaz que dizia:



"Se me alcançar, serei seu!"

A mulher correu por toda a cidade até que o alcançou e fizeram amor como loucos. Por três dias... 20 kg a menos!

Então a mulher decidiu pedir o pacote número 3 para profissionais... Queria perder 30kg!


No dia seguinte tocaram à sua porta. Ela vestida muito sexy, pronta para a ação, abriu a porta e...


Deparou-se com um homem, mais horroroso que a fome, de tênis e com um cartaz que dizia:


"Se te alcanço serás minha!"


Acho que vi a tal Senhora correndo, agorinha, aqui pela minha rua. Tá magrinha mesmo! Rsrs

Tá vendo no que dá ser ambiciosa ??? Tava crente que ia ser o Hugh Jackman, né ??! Ainda bem que eu já emagreci um pouco, assim posso parar no segundo pacote. rsrsrsrsrsrsrsrs




Quem é que não gosta de frutas ?? É tão bom, né ??! Mas engorda.


Eu sempre acreditei nessa bobagem e fui, aos poucos, comendo menos e menos frutas. Tinha dias que eu não comia umazinha sequer.


Claro que estava errado, nosso corpo necessita das vitaminas e antioxidantes que as frutas contém. Só engordam em excesso.


Então quando a nutricionista reviu a minha dieta ela incluiu mais frutas. Posso comer pelo menos 3 ao dia. E cadê que eu acreditava que comendo tanta fruta docinha e deliciosa eu fosse emagrecer alguma coisa ??!

Mas emagreci, e fiquei com cara de pateta, imaginando quando tempo eu perdi me privando de algo natural, saudável e delicioso.


Estou feliz da vida, reconciliada com as frutas e recentemente conheci um novo tipo que me deixou deslumbrada: a pitaia.


O nome quer dizer "fruta escamosa" e em alguns idiomas, como o inglês, é chamada de dragon fruit, fruta dragão.


Eu tinha achado a aparência dela meio esquisita, parecendo fruta do conde, mas quando abri, que surpresa !


É linda !! Adorei. Lembra um kiwi em branco e preto. Imediatamente associei a uma maleta de papelão que eu pintei de preto e branco, com enfeite hot pink e rifei com esmaltes cor de rosa.

Acabei de receber da ganhadora fotos de quando ela usou os esmates. Fiz uma montagem para publicar. Não dá para pensar que eu tinha me inspirado nas cores da pitaia para fazer a decoração ??! Está explicado porque eu gostei da fruta. Nós temos afinidade.



Pesquisei no google e descobri que a pitaia também pode ter o interior "vermelho" ou a casca amarela. O sabor ? Achei parecido com o de lichia.




Pois é minha gente, não desprezem as qualidades das frutas na sua dieta. Elas são nutritivas, de baixo teor calórico (salvo excessões), lindas, cheirosas, e ainda reduzem aquela fissura por um sabor docinho. São tudo de bom !!

Por sorte, eu estava aguardando no consultório da fonoaudióloga quando vi no telejornal "Bom Dia Brasil" a reportagem sobre a nova técnica para medição de gordura corporal. É o IAC, indíce de adiposidade corporal.

Segundo a matéria, considera-se a medida do quadril em relação à altura para calcular quanta gordura há no corpo. Parece que essa nova maneira é um tantinho mais precisa, e pode indicar que temos menos gordura do que pensavámos.

Mas não adianta se animarem porque a diferença é bem pouca. Pelo IMC (indice de massa corporal) eu tenho 25,72, que é um pouquinho de sobrepeso. Já pelo IAC minha pontuação é quase 33, que é o início do sobrepeso.

No meu caso, que levei 7 semanas para perder 1300 g, fez diferença porque eu estava louca para chegar à taxa de "normalidade". Então estou muito feliz, mais uma meta foi alcançada !!!

E como motivação é combustível, vou comemorar me esforçando em dobro no pilates e na esteira hoje.

Meça também o seu IAC. Para ler a matéria e ver a fórmula para o cálculo, clique aqui.



Gentem, estou de queixo caído, e não é que deu certo ??!

Ultimamente eu estava num desânimo só, porque por mais que eu me esforçasse eu não conseguia reduzir o peso na proporção do meu esforço e na semana que eu não eliminei nadica de nada, fiquei arrasada.

Aí veio a semana do carnaval e com visita em casa eu não fiz dieta nenhuma. Eu comi pizza, tomei sorvete, comi bolo de aniversário, pipoca e até chocolate. Não exagerei em nada, mas comi. Fiz de conta que eu já estava em período de manutenção de peso e comi moderadamente, como eu pretendo fazer quando a dieta acabar.

Do dia 14\3 para cá, eu fui retomando a alimentação mais controlada e seguindo as orientações da minha nova nutricionista. Para a minha surpresa ela aumentou a quantidade de calorias que eu devo consumir diariamente e eu confesso que estava totalmente descrente do emagrecimento nessas circunstâncias.

Mas hoje eu me pesei, e não é que eu emagreci mesmo ???!!?? Estou chocada ! Muitíssimo feliz, mas totalmente surpresa.

Levou 7 semanas, mas eu finalmente consegui baixar um dígito da balança !! Aleluia !!

Fiquei até animada com esse resultado ! Agora estou levando fé de novo ! Sei que ainda faltam muitos quilos, e que nesse rítmo, o comentado fim do mundo em 2012 chega antes de eu atingir a minha meta, mas eu tenho que usar o tempo a meu favor.



Nossa ! Eu estou muito impressionada mesmo. E também contente e realizada. Recomendo para todo mundo: procure ajuda, vá a um especialista. Com orientação adequada a redução de peso pode ser muito mais fácil.


O dia de postagem é segunda-feira, né ?! Mas me deu uma preguiça, ainda por cima, no meio do feriado do Carnaval... Achei melhor pular essa semana, fazer de conta que não existe, "abafar o caso" como se diz por aí.

Pensei em encarar como uma estratégica "pausa para um café".
Não que eu esteja dando um tempo na dieta, continuo controlando a alimentação, com menos rigor, é verdade. Mas quero parar de me preocupar\pensar nisso por um tempo.

Eu fiquei tão chateada com a não perda de peso da outra semana que me consultei com uma nutricionista na terça-feira. Sabe o que aconteceu ?? Na balança dela eu estava 400g menos pesada, e mesmo assim eu não fiquei empolgada.
Aí ela revisou a minha dieta e aumentou muito a minha quantidade diária de comida !! Fiquei chocada !!! Como é que eu vou emagrecer comendo tanto ???!

Eu sei que não podemos passar fome, e que o organismo necessita de energia para o pleno funcionamento, mas a minha cabeça não acredita que se possa reduzir o peso comendo tanto. Mas ela é a profissional, né ?! Eu vou pagar para ver !! Literalmente !

Vamos começar na segunda-feira dia 14\3, pós semana de Carnaval, feriado, visita, Dia Internacional das mulheres, aniversário. É muita comemoração, muita falta de horário. Eu me ressinto um pouco de mudanças na rotina, e preferi dar um tempinho sem expectativas, sem rigor, só vivendo o agora.












"Não suba aí... faz você chorar."

A minha média de redução de peso é aproximadamente 1 quilo por mês. A minha endocrinologista me deu como meta perder 4 quilos em 2 meses. Visitando o blog Regime Feliz soube que a Dani está tentando eliminar 3 quilos em 3 semanas. Me empolguei e tentei fazer o mesmo. Essa semana me esmerei na dieta, caprichei nos exercícíos e subi na balança cheia de expectativa. Para quem esperava queimar 1000 gramas, foi uma grande supresa: nada, absolutamente nenhuma graminha que seja !

Não pude acreditar, como assim ??? Na manhã seguinte me pesei novamente, só para confirmar o fato: nâo mudou nada. Não adiantou nada. Todo aquele trabalho e dedicação não deram resultado algum !!!!

Me sinto traída, eu paguei e não recebi, como é que pode ???

Se eu não tivesse me esforçado mais do que nas outras semanas todas, acho que eu entenderia; se eu tivesse me livrado de míseros 200g, acho que eu entenderia, mas nadica de nada é sacanagem !

Curiosamente meu primeiro impulso não foi o de abandonar a dieta, eu gosto do meu novo jeito de me alimentar. Mas definitivamente não quero mais saber da balança. Que injustiça !! Vou continuar comendo moderadamente e me exercitando com afinco, mas não quero mais saber de números.

Depois que a poeira e a raiva baixaram fiquei pensando que devo estar fazendo alguma coisa errada, é claro. Vou investigar.

Para continuar motivada procurei fotos de milhares de anos atrás, quando eu tinha a aparência que eu quero voltar a ter e coloquei-as bem a vista. Também tirei minhas medidas porque parece que as roupas estão um pouquinho mais largas, então deve ter mudado alguma coisa.

Pelo jeito "chegar lá" vai ser mais demorado, e bem mais difícil do que eu imaginava, mas eu vou continuar teimando.

No sentido de obrigação ou promessa, de empenhar-se para atingir um resultado. Com quantas coisas você é comprometida na sua vida ? E com você, você também tem o mesmo comprometimento ?

Já repararam como algumas pessoas são ultra-responsáveis e dedicadas em atividades que envolvem outras pessoas, mas que não se tratam da mesma maneira ? No trabalho, são impecáveis, tudo na hora e lugar certos. Com a família são atenciosas, exigindo o melhor para a saúde e alimentação dos filhos. Com os pais são atentas aos cuidados, tratamentos e remédios quando é o caso. E com elas próprias não. Se deixam em segundo plano e suas necessidades nunca são a prioridade. Quando é hora de cuidar da sua saúde, aparência, bem estar, já estão cansadas e sem energia. Não acham que é tão importante.

Faça uma reflexão honesta, você persegue os seus objetivos com o mesmo afinco que o faria se ele fosse de uma outra pessoa ? Por que isso ?! Já está na hora de alterar esses valores !

E eu não me "incluo fora" dessa não ! Meu marido sempre me alertou que eu não era comprometida com os meus projetos. E eu tive de dar o braço a torcer, não era mesmo!

Mas estou conseguindo mudar. Agora estou me valorizando mais, me coloquei no topo da lista. Isso significa que eu não vou mais cancelar a hora do pilates para aguardar o prestador de serviços; se eu estiver muito cansada da malhação, a roupa para passar vai ficar para um outro dia; vou investir em alimentos light\diet (que são mais caros) e em outros saudáveis como quinua, amêndoas e castanhas e vamos apertar o orçamento em outro canto qualquer.

A gente passa a vida ouvindo que se não cuidarmos de nós mesmas, ninguém cuidará, mas são poucas as que realmente conseguem fazer isso. Parece que entendemos que cuidar de nós mesmas é egoísmo, quando na verdade é auto-preservação.

Cuidar de nós mesmas é fundamental porque influencia todo mundo com quem convivemos. Estando bem, felizes, realizadas, e bem-resolvidas, conseguiremos administrar muito melhor nossas famílias, trabalho e relacionamentos.

Isso não quer dizer que você não vai mais precisar ou querer a aprovação de outras pessoas. A idéia desse post surgiu da vontade súbita que eu tive por doce na semana passada, quando estava na TPM. Aí eu lembrei da dieta, e logo arrumei uma desculpa, tipo "tudo bem, vai demorar um pouquinho mais para emagrecer, mas não tem problema". Então pensei em todas as blogueiras que estão se esforçando e controlando suas vontades e desejos e, em respeito e consideração à vocês, resisti à tentação.

O meu comprometimento com vocês foi mais forte do o que eu tenho em reduzir meu próprio peso. Nesse caso não houve prejuízo algum porque os compromissos são complementares, e um ajudou o outro. O problema é quando nos deixamos de lado em benefício de outras pessoas, mesmo as que amamos muito.

O comprometimento também é fundamental quando consideramos nosso objetivo principal. Contextualizando: eu quero ficar menos pesada, eu quero que as roupas fiquem mais largas, eu quero menos gorduras aparentes, e eu quero tudo isso logo! Mas principalmente, eu quero reeducar a minha alimentação, pensamento e comportamento para naturalmente reduzir o meu peso, sem danos à minha saúde, sem sacrifícios e privações.

Acontece que está lento o processo, e aí dá uma comichão de ansiedade, de insatisfação, e eu fico querendo malhar mais, fico culpada por ter comido pão de queijo, bolo e sorvete no fim de semana.

E é um ciclo vicioso, porque eu só comi pão de queijo, bolo e sorvete (pouquíssimo de cada coisa) porque estava insatisfeita. Ainda por cima tem uma "vozinha" que fica me sugerindo fazer algumas "loucuras" que iam "acelerar" o emagrecimento.

Nessa hora é que entra o tal comprometimento. Calma ! Pense ! Lembre do que você realmente quer, e aí aja de acordo. É muito difícil, mas estou tentando. São várias batalhas por dia, são muitos os momentos em que temos que decidir se vamos continuar ou se vamos desistir. É exaustivo, mas a luta compensa e me apego aos quilos eliminados para ter força de seguir adiante.


"Todos os caminhos levam à Roma", mas eu acho que nossa jornada rumo ao peso desejado exigirá muitos ajustes de pensamentos, conceitos e comportamentos. Mudar o que está dentro, é mais difícil do que mudar o que está fora. Precisaremos de coragem, e a transformação interna será tão grande quanto a que o espelho vai mostrar.



Quem é que ainda não associou dieta à uma coisa ruim ?? Para a maioria das pessoas dieta é sinônimo de privação, fome, controle e obviamente mau humor.

E dá para negar que isso é verdade ?? Dá sim ! Se você fizer uma dieta consciente, equilibrada, com metas plausíveis, que respeitem o seu paladar, e o seu organismo, você não precisa sofrer.

Claro que vai exigir disciplina e comprometimento. Se você quer reduzir o seu peso, vai ter que adotar uma alimentação saudável, de baixa caloria, com porções reduzidas e freqüentes. Se isso te contraria, acostume-se. Arrume um outro jeito de resolver seu problema, que não seja comendo um chocolate ou sundae de caramelo.

Sei muito bem do que estou falando, por quase quarenta anos eu usei os doces como recompensa para a contrariedade, e sempre que passava por uma situação estressante, frustrante ou triste eu já recorria ao chocolate, sorvete ou leite condensado para ficar mais "felizinha".

E o nosso corpo aprende. Como a endorfina chega rápido e fácil, o cérebro aprende a "pedir" esse tipo de alimento sempre que lidamos com alguma dificuldade. E aí, quando estamos de dieta e recusamos o pedido(na verdade é uma ordem) dele, vem o mau humor. E quem está perto de nós que nos agüente...

Estou de dieta há 17 meses e há três dias tive uma manhã muito confusa, os horários foram atropelados e eu me vi numa correria danada para conferir dever de casa, dar banho, almoço e não chegar atrasada na escola do meu filho. Lógico que estressei geral, e abrindo a geladeira pensei: o que tem para eu comer ?? Suco,mel, barrinha, banana ?? Até que as opções não eram de todo ruins, mas por sorte reconheci que era o meu cérebro imperativo falando:" - dá um docinho pra eu comer porque eu me aborreci !"

Então eu não dei, porque não era fome. Eu não queria compensar meu desequilíbrio comendo alguma coisa, só pelo fato de mastigar.

Mas fiquei com um mau humor, uma irritação que deu até medo. Saí logo de casa, deixei o filhote (ileso) na escola e quando voltei já tinha passado o ataque de contrariedade. Fiz um almoço leve e saudável e fiquei me sentindo o máximo por mostrar ao meu cérebro que "nesse barraco aqui, quem manda sou eu !! "

Moral da estória: raiva, mau-humor, são coisas que dão e passam. Não se entregue por um momento de descontrole. Vontade a gente vai sentir sempre, mas o que importa é se vamos ceder à vontade. Mas, por via das dúvidas, e porque estou na TPM, fiz um pacote de gelatina diet para deixar de prontidão na geladeira.;D





A teoria é bastante simples: para eliminar peso precisamos queimar muito mais calorias do que consumimos. É nessessário nos alimentarmos bem para suprirmos as necessidades de funcionamento e saúde do nosso organismo, e ele se encarrega de ir eliminando os excessos.

Mas esse processo é lento, muito lento. Não estamos com pressa, mas queremos ver os resultados. Entendemos que leva tempo para desintoxicar o organismo e eliminar toda a porcaria de acumulamos durante décadas, mas quando a vaidade entra nessa conta, a balança fica desequilibrada. Queremos o quanto antes olhar no espelho com satisfação e ver o ponteiro da balança recuar.

Então o quê fazer ??

Primeira coisa, não deixe de comer. Não pense que ingerindo menos alimento, você vai emagrecer mais rápido. É justamente o contrário. O seu metabolismo fica lento, seu corpo começa a queimar massa magra e você ainda corre o risco de ficar doente.

Então que tal ajudar o seu corpo a queimar calorias ? Como ? Mexendo-se, exercitando-se, malhando !
- Ah, você não gosta ???
- Azar o seu. Se vira !
Descubra uma atividade que não seja tão difícil. Qualquer movimento é válido e queima calorias. Dê a volta no quarteirão, vá ao supermercado e padaria à pé, suba as escadas ao invés de usar o elevador, leve o cachorro para passear, vá brincar com as crianças.

Essas dicas são ótimas para quem é sedentário começar a se mexer, mas não servem como atividade física regular. Elas dão o impulso mas não são suficientes para proteger a sua saúde. É necessário constância, então, anime-se e crie o hábito.

Você pode andar de bicicleta, nadar, dançar, ou simplesmente ir para a academia.

Para proteger o coração, níveis de gordura no sangue, e emagrecer, é necessário que seja um treino aeróbico, então ioga e pilates não servem, embora contribuam para a tonificação dos músculos.

Eu faço pilates há 22 meses e adoro. Não fico sem de jeito nenhum. Ele equilibra minha mente, libera endorfina, e tonifica meu corpo. Eu acho tudo de bom.

Mas como eu tinha estacionado na perda de peso, em novembro passado eu fui a uma endocrinologista e especialista em metabolismo que "jogou água na minha fervura".


Foi ela quem me ensinou a questão do treino aeróbico. Disse que para questões de saúde, o ideal são treinos de pelo menos 1 hora, 4 vezes na semana.

Claro que ninguém vai começar nesse rítmo, mas esse deve ser o objetivo final.

60 minutos, porque a taxa de metabolismo é progressiva. Parece que depois dos primeiros 40 minutos é que seu corpo começa a "detonar" as calorias. Então ela recomenda mais 15 min de esteira ou bicicleta para atividades como a hidroginástica ou spinning, por exemplo, que costumam ter aulas de 45 min.

Ela também recomenda que sejam atividades diversificadas. Ela própria corre 2 vezes, e nada outras 2 vezes.

Oh, céus ! Lá fui eu, descobrir uma atividade aeróbica para fazer... Sorte que, além do pilates, eu também adoro jogar Wii, e no Wii Fit, tem uma atividade chamada Step, que é a minha preferida. Consiste em subir e descer da plataforma do Wii (um degrau de 3,5 cm) no rítmo da música, com movimentos variados.


Qualquer um pode praticar essa atividade, basta ter um degrau para subir. Eu até encomendei para um marceneiro uma caixinha, tipo caixa de camisa, para aumentar a altura da minha plataforma.

A vantagem é que não precisa ser rápido, você pode subir e descer devagar, tomando o cuidado de alternar a perna de impulso e, aos poucos, ir aumentando o tempo do exercício e acrescentando movimentos como elevação de joelhos, calcanhares, e movimentação dos braços.

Eu acho divertidíssimo, parece dança, e extermina calorias como poucas atividades que já fiz. Quando estou ouvindo ABBA, por exemplo, devo queimar fácil umas 500 calorias.

No estúdio onde eu faço pilates, tem uma caminha elástica, e eu começei a pular nela depois das aulas. Também é uma boa opção porque reduz o impacto nos membros inferiores, mas eu acho bem mais chatinho de fazer, mas ainda assim, estou lá, pulando.

Se você tem acesso a uma esteira elétrica ou bicicleta ergométrica, só falta mesmo é a disciplina de fazer o exercício, mas acredite, vale a pena.

No começo pode ser um pouco difícil, mas com insistência os benefícios se tornam evidentes e a balança e o espelho ficam felizes da vida e mostram o seu "eu" verdadeiro, como nessa imagem fofa que eu achei na internet.


A Aline, do blog Virtus, também está se esforçando para perder peso. Passe lá e deixe um comentário de incentivo, nós sabemos como o apoio é importante nesse processo.
















Sempre fui contra essa expressão "perder peso". Parece que a gente está sempre em risco de "achá-los" novamente. E foi o que aconteceu comigo. Achei 1.2 dos quilos que eu tinha perdido.

Apesar de ter aderido à dieta coletiva, devo confessar que não estava me esforçando nem um pouco. É que eu estava de férias. Sério ! Eu me controlei ao máximo no Natal e Reveillon, mas com marido e filho em casa, e visita da família ficou praticamente impossível resistir a tantas guloseimas. Foram muitos cup cakes, sobremesas diversas, pizzas, churrascos e fast food.

Eu já falei para vocês que eu gosto de comer ?? Pois é, adoro ! E não ia deixar de fazer isso quando a comida estava tão disponível para mim, tendo eu mesma cozinhado muitas delas.

Mas estou muito satisfeita e orgulhosa de ter engordado só 1.2 quilos.
É que eu consegui pensar magro, ou seja, comi moderadamente. Fosse um ano atrás eu teria engordado muito mais. Porque não me contentaria só com 2 fatias de pizza, ou 1 potinho de mousse, ou um chicken mc jr ao invés da mega-magnífica-promoção do Big Tasty do Mc Donald´s.
Aliás nesse quesito eu mereço um prêmio. Sabe lá o que é dispensar as batatas fritas para acompanhar o sanduíche ?! Então, hoje em dia eu faço isso !! Peço um sanduba e suco pequenos e ponto final. E eu sou "tarada" por batata frita.

Isso me lembra mais um "causo" ocorrido comigo, e dessa vez inspirado na minha amiga e colega de trabalho Mônica, uma pessoa divertidíssima e muito espirituosa.

Nós éramos assistentes administrativas e muitas vezes emendávamos o trabalho sem tirar o horário de almoço. Nesse dia, pedimos entrega da lanchonete Bob´s. Eles têm um divino milk shake de ovomaltine que eu pedia sempre.

Pois a Mônica pediu o que ela queria comer e também um milk shake de ovomaltine diet. Eu me espantei e perguntei se agora eles estavam oferecendo milk shake diet, pois era novidade para mim.

A Mônica me respondeu com a maior cara de pau do mundo, que sim, que era o "pequeno".

Eu ri muito e aprendi que os tamanhos pequenos são sempre diets quando comparados aos médios, grandes e super-size.

Ou seja, a regra é a seguinte: se for pecar, escolha um pecado pequenininho.

Claro que não estou recomendando que ninguém siga meu exemplo (ficar feliz porque engordou pouco, quando o projeto era emagrecer), mas eu só quero mostrar que a dieta pode sobreviver ao deslize. É só seguir em frente.

Agora que as férias acabaram pretendo retomar a dieta com força total, e até o fim de fevereiro terei eliminado esses quilos extras, com certeza. E continuarei até alcançar a minha meta. Notem que eliminarei, queimarei, detonarei os quilos. Nada de perder, para não achá-los novamente. rssrsssrsrs

Estou indo devagar e sempre. Acho que valeu a pena. Curti minhas férias, inclusive no quesito sabor e até ganhei um fôlego para encarar mais um round de restrições.

Então aproveite o embalo e venha comigo, mesmo que você tenha torrado pouco peso, ou não eliminado nada, a gente tá junta nessa.
Dica: visite o site da revista Boa Forma. Além de dicas para emagrecimento, eles têm muitas estórias reais que nos inspiram, dicas de exercícios e atitudes que aceleram o metabolismo.

Adorei as visitas que recebi nos meus primeiros posts para o Dieta Coletiva. Felizmente as pessoas gostaram do que escrevi. Mas senti que algumas ainda estão desanimadas, acreditando que não conseguirão perder peso.



Percebi que talvez eu esteja passando uma idéia errada, de que fazer dieta é fácil para mim, e que por isso sou uma pessoa de sorte.
As coisas não são bem assim. Para mim, fazer dieta foi, e continua sendo um grande esforço.
Há muito sacrifício na minha escolha diária de reduzir peso.
Mas toda escolha implica em uma renúncia e eu quero ficar magra. Este é o meu objetivo principal. Estou focada nele e sei que o tempo é o meu maior aliado. Vou transpor todo e qualquer obstáculo que esteja no caminho.
Todo começo de dieta é tremendamente difícil. Mudar os hábitos, a princípio, parece ser somente se privar do que você gosta.
Mesmo sem a barriga estar roncando, não se pensa em outra coisa que não petiscos e comidinhas gostosas. É estremamente desgastante passar o dia inteiro respondendo mentalmente "NÃO" aos desejos do nosso cérebro.
Pior é quando não conseguimos identificar o que é que o nossa mente quer. Sabe aquela sensação terrível de querer comer alguma coisa, que não sabemos o que é ??! Isso dá um mau humor danado !!
Mas não caia na tentação de procurar essa tal coisa. Depois de comer uma fruta, você vai querer um biscoito, e depois um bombom, e por aí vai, porque o que o seu cérebro quer na verdade, é te boicotar.
Então seja mais forte que ele. Mostre quem manda.
A única sorte que eu tenho em relação à dieta, é que eu adoro salada. Gosto da maioria das hortaliças, então comer comida saudável não é uma tarefa árdua. A minha dificuldade sempre foi deixar de comer o que engorda: doces, sorvete, massas.
Apesar de ter decidido emagrecer, nada é tão motivador quanto VER os resultados. Quando a gente percebe que está ficando mais "fina", quando a roupa fica larga e as pessoas começam a comentar, a gente ganha um fôlego danado.
Mas, sejamos realistas, resultado vem com o tempo !!
Não tem negociação, só o trabalho duro, aliado ao tempo, vai trazer para o espelho a imagem que você deseja.
Como eu sou uma pessoa muito controladora e ansiosa, cortei relações com a balança quando comecei a dieta.
Eu sabia o meu peso antes de começar e fiquei bastante tempo sem me pesar novamente.
Seria muito prejudicial para o meu projeto se eu, erradamente, concluísse que a perda de peso não era compatível com o esforço que eu estava fazendo.
Como aliadas usei três palavras que eu repito sem parar, o dia inteiro, todas as vezes que penso em comer mais do que deveria, ou algo que engorde muito.
PERSISTÊNCIA, PERSEVERANÇA e PACIÊNCIA.
Persistência e perseverança consistem em simplesmente não desistir.
Continue a dieta. Só você pode fazer isso por você.
Não tenha pressa em alcançar a sua meta, mais dia, menos dia você vai chegar lá, desde que não desista.
Com firmeza e constância, você vai conseguir, não tem como ser diferente.
Lembre-se da Dory, de "Procurando Nemo" e "continue a nadar, nadar, nadar".
Paciência porque vai demorar para acontecer.
Emagrecer não é mágica, leva tempo (muito tempo), mas é inevitável. Consumindo menos calorias do que seu corpo gasta, a consequência é emagrecimento.
Você está com pressa ?? Então mude os seus conceitos. Faça novos planos, VIÁVEIS.
Quer apostar ?? Duvido que se você fizer dieta por 3 meses, não perca peso.
Cada pessoa tem um rítmo único e vai perder mais ou menos quilos, mas alguma coisa você vai perder. E não desanime, se ainda não estiver satisfeita, você sabe o que deve fazer: "continue a nadar..."
A boa notícia é que o tempo realmente é seu aliado. Tudo fica mais fácil.
Você se acostuma com menos comida, com comida mais saudável e realmente percebe o bem estar que ela trás.
Aos poucos, vai ficando mais leve, reduz as medidas, tem que ajustar as roupas e no fim, até faz as pazes com o espelho. :D
Ps. No nosso caso os frutos serão doces, porém naturais e saudáveis como os da foto, rsrsrsrsrsrsrsr.









Minha mãe foi professora, minhas tias foram professoras, minha irmã é professora, e tenho primos professores. Convivi a vida toda com a dificuldade que é eles sobreviverem desse ofício.
Já passou da hora dessa situação mudar. Eu apoio a valorização dos professores no Brasil.
Recebi essa campanha por e-mail e estou postando para dar maior visibilidade no disparate que ela exibe ! Se você concorda, nos ajude a divulga-la.


"No futebol, o Brasil ficou entre os 8 melhores do mundo e todos estão tristes.

Na educação é o 85º e ninguém reclama..."


EU APOIO ESTA TROCA

TROQUE 01 PARLAMENTAR POR 344 PROFESSORES


O salário de 344 professores que ensinam = ao de 1 parlamentar que rouba


Essa é uma campanha que vale a pena!


Repasso com solidária revolta!

Prezado amigo!

Sou professor de Física, de ensino médio de uma escola pública em uma cidade do interior da Bahia e gostaria de expor a você o meu salário bruto mensal: R$650,00

Eu fico com vergonha até de dizer, mas meu salário é R$650,00. Isso mesmo! E olha que eu ganho mais que outros colegas de profissão que não possuem um curso superior como eu e recebem minguados R$440,00. Será que alguém acha que, com um salário assim, a rede de ensino poderá contar com professores competentes e dispostos a ensinar? Não querendo generalizar, pois ainda existem bons professores lecionando, atualmente a regra é essa: O professor faz de conta que dá aula, o aluno faz de conta que aprende, o Governo faz de conta que paga e a escola aprova o aluno mal preparado. Incrível, mas é a pura verdade! Sinceramente, eu leciono porque sou um idealista e atualmente vejo a profissão como um trabalho social. Mas nessa semana, o soco que tomei na boca do estomago do meu idealismo foi duro!
Descobri que um parlamentar brasileiro custa para o país R$10,2 milhões por ano... São os parlamentares mais caros do mundo. O minuto trabalhado aqui custa ao contribuinte R$11.545.
Na Itália, são gastos com parlamentares R$3,9 milhões, na França, pouco mais de R$2,8 milhões, na Espanha, cada parlamentar custa por ano R$850 mil e na vizinha Argentina R$1,3 milhões.


Trocando em miúdos, um parlamentar custa ao país, por baixo, 688 professores com curso superior !


Diante dos fatos, gostaria muito, amigo, que você divulgasse minha campanha, na qual o lema será:

'TROQUE UM PARLAMENTAR POR 344 PROFESSORES'.


Repassar esta mensagem é uma obrigação, é sinal de patriotismo, pois a vergonha que atualmente impera em nossa política está desmotivando o nosso povo e arruinando o nosso querido Brasil.
É o mínimo que nós, patriotas, podemos fazer.

Para que precisamos de tantos deputados? Por questões da representatividade ? Eles estão representando quem, se auto concedendo 61,4% de aumento ?

Está claro que eles lá estão apenas representando a si mesmos.
Quantos mais forem mais difícil será controlá-los...deveríamos ter 1/3 dos deputados que temos hoje e ainda seriam muitos....







Estou usando a idéia da Dieta Coletiva para dividir a minha experiência com a redução de peso. Eu acredito que é um processo muito individual pois o paladar e estória de vida de cada uma de nós são únicos e isso influencia totalmente as nossas decisões e preferências.

O que eu quero dizer com este blá blá blá é que a redução e manutenção de peso tem um preço especifico para cada pessoa.

Eu, por exemplo, não sou uma pessoa vaidosa, dou pouco valor a aparência física, e não faço sacrifícios em pró de ficar mais bonita. Então esse nunca foi o gancho que me motivasse a fazer regime.



Uma vez, durante uma aula, meu professor pediu licença para comer uma coisinha porque ele tinha almoçado correndo e estava com fome.

Todos começamos a conversar sobre coisas gostosas que gostaríamos de comer e nos dariam grande prazer. Então ele sacou uma barrinha de cereais da mochila e comeu com a melhor boca do mundo, dizendo que o prazer dele vinha do espelho, e não do prato.

Eu fiquei tão impressionada com a atitude dele ! Foi a primeira vez que consegui entender que a boa forma é resultado de uma atitude, além da pré-disposição genética.

Foi quando eu compreendi que quem é gordo, faz dietas loucas, restritivas, para (deixando de comer) eliminar excesso de peso. E quem é magro, faz escolhas magras, para (pensando o que comer) não ter excesso de peso.

É muito diferente, e eu nunca tinha visto dessa forma.

Mesmo não sendo a minha opção, não deixei de admirar o comprometimento e a firmeza com que ele buscava seus objetivos.

Tempos depois, quando resolvi emagrecer, procurei uma razão que me motivasse na medida certa.

Eu precisava de um motivo forte o bastante para "compensar" todo o esforço que a dieta exigiria. Eu sabia que dessa vez, estava iniciando um movimento que era para a vida toda.

Decidi que o motivo era o ganho de saúde.

Usei o post da minha amiga Fernanda Reali, Perder para ganhar, como estimulante e encasquetei com a idéia de optar pela saúde em primeiro lugar.


Sem me preocupar com a balança ou com medidas meus primeiros passos foram:


* Não repetir nenhuma refeição. Nunca. Não importa o quão delicioso seja o que se está comendo.

Pense bem, a gente tem que comer todos os dias, várias vezes, então pra que repetir ? Se gostou tanto assim do almoço, repita sim, a mesma comida no jantar. Ainda não se satisfez ??! Ok ! No almoço do dia seguinte coma isso de novo. E por aí vai, até enjoar. Mas uma porção a cada refeição.



* Opte sempre pelo que é natural, ou seja, o que a natureza nos dá, sem interferência do ser humano. Eu conheci um médico homeopata que condenava todo e qualquer tipo de biscoito industrializado. Ele tinha por regra o seguinte: se a sua bisavó não reconher determinado alimento como comida, ele não presta.

Pensando assim sobra muito pouca coisa para gente comer. Abuse das frutas, hortaliças, grãos e coma moderadamente nozes, castanhas, avelãs.



* Conhece aquela máxima "primeiro a obrigação e depois a diversão" ? Ela se aplica perfeitamente à reeducação alimentar.

Primeiro coma o que é saudável.

Primeiro coma a porção de salada, ou de legumes, e só depois coma a porçãozinha de lasanha, de estrogonofe, de feijoada light.

Assim você come menos do alimento mais calórico, sem complicações.


* Essa todo mundo conhece, mas é fundamental: coma a cada três horas.

Você não sente fome ?? É porque está acostumada a comer muito a cada refeição. Com o tempo isso se regulariza e você vai sentir fome sim, e vai aprender que uma barrinha de cereais (lembra do meu professor ? Um sábio!), uma fruta, ou um punhadinho de 6 amêndoas, saciam perfeitamente até a hora do jantar.



Comigo deu certo. Eu tomei essas atitudes, que não foram nada radicais, não doeram nem um pouquinho, e sem passar fome, reduzi o peso.


Melhor ainda, uma alimentação equilibrada e saudável ainda me deu muito mais energia e disposição.


É difícil de entender, mas vale a pena. Quando se perde peso, a gente só tem a ganhar.





Que data legal, né ??! Eu adoro números repetidos, simetrias, numerologia, todas essas coisas. E já fico pensando que tem um significado oculto.

Então eu somei os números e o resultado do dia de hoje é 7. Isso porque na verdade a data completa é 11\01\2011.
E sempre ouvi falar que o algarismo sete é altamente cabalístico. Talvez por isso seja um dos meus preferidos. É relacionado ao sofrimento, mas que traz a evolução.


Coincidência ou não, no ano passado o número do meu ano pessoal foi 7. E foi um ano bem difícil, trabalhoso, em que todas as conquistam custaram muito caro.
Acho que depois de tanto "sofrimento", o 7 de hoje representa a evolução, pois não é que justo hoje o rapaz veio consertar o telhado e trocando telhas e instalando calhas resolveu meus problemas de infiltração, sujeira e barulho.

Fiz uma busca rápida na internet para verificar o significado do número sete e entre muitas coisas interessantes achei essas informações:

"O número 7 está relacionado às sete virtudes e aos sete mistérios. Ele é considerado um número mágico e transformador, pois existem sete virtudes contidas nesse número:
Caridade, Esperança, Fé, Força, Justiça, Prudência e Temperança.
O número sete corresponde aos dias da semana e aos sete graus de perfeição. O número 4 (a terra) e o número 3 (o céu) que somados totalizam o 7 representam a totalidade do universo em movimento, a vida moral, as três virtudes teologais (a fé, a esperança e a caridade) e as quatro virtudes cardeais (a prudência, a temperança, a justiça e a força).
Deus criou o mundo em seis dias e no último descansou. Esse descanso, na verdade, marca a aliança realizada entre Deus e os homens.
*******
Sete é o número perfeito, que na representação geométrica pode ser representado pelo triângulo sob o quadrado (espírito anima a matéria) ... Platão dizia: No sétimo dia foi criada a "alma do mundo" (Adam Kadmon) "
Místico ou não o número sete é bastante presente na nossa vida: além dos dias da semana, são 7 pecados capitais, 7 notas músicais, 7 cores do arco-íris, 7 maravilhas do mundo, e até os 7 anões.
Meu nome também tem sete letras, será por isso que ele representa tanto para mim ? De qualquer forma, hoje, ele só me traz felicidade, alívio e esperança.