Foi o que deu, quando misturei meus enfeites e feitiços.
Coisas de Isa,
que quer deixar a vida mais bela!

Começo de ano, começo de década, vida nova, esperanças renovadas, sentimentos positivos !!!




Minha mãe comprou um lindo arranjo de flores (tons Enfeitisando, notaram ???) para presentear minha tia que completou 40 anos de casada essa semana.

40 anos de casada !!! É mais do que a minha idade !! Além do amor, são muitos os sentimentos que permitem que uma estória assim aconteça: cumplicidade, companheirismo, paciência, amizade, confiança, altruismo, esperança, só para citar alguns. Uma data assim tem que ser celebrada !!!

Eu adoro estórias de amor, filmes de amor, canções de amor, enfim sou uma romântica incurável, mas as estórias de amor da vida real são as que mais me tocam. Então em homenagem à minha querida tia, eu vou contar uma que eu soube há pouco tempo e que é simplesmente encantadora !!

Em 97 minha amiga Mag passou as férias com sua tia, e também madrinha, nos EUA, onde ela mora há muitos anos. Foi quando ficamos conhecendo essa senhora, já viúva, mas independente e muito alegre.

Na nossa confraternização no fim de 2009, Mag nos contou que sua tia Marina, tinha se mudado da Califórnia para outro estado dos EUA (não me lembro qual...), pois sua filha que morava na mesma cidade que ela, tinha sido transferida e a convenceu de não ficar tão longe da família.

Então a sra. Marina escolheu viver em um condomínio para idosos, desses bem bacanas. Mas ela não gostou muito deste primeiro e mudou-se para outro.

Um dia, enquanto ela tomava chá, um senhor aproximou-se, e apresentou-se como o "presidente" daquele condomínio dizendo que ele era responsável por integrar os novos moradoress e a convidou para sentar-se com ele e seus amigos.

Marina se adaptou bem ao novo condomínio, fez muitos amigos, principalmente Joe (acho que era esse o nome). Eles faziam caminhadas todos os dias, iam a museus, cinemas e um dia em que estavam almoçando, ela perguntou-lhe o que significavam os 3M do anel que ele usava. Joe era aposentado da empresa 3M e tinha recebido essa jóia em reconhecimento pelos muitos anos trabalhados ali. Ela sabia disso, mas não sabia o que os 3M´s queriam dizer.
Então Joe respondeu: - Marry Me, Marina.
que significam "case comigo, Marina" em inglês. (AI, QUE LINDO QUE EU ACHEI ISSO !!!!)

Ela também achou muito galante, mas que era uma brincadeira.

Algum tempo depois, Joe ratificou o pedido e eles se casaram. Ela com 90 e ele com 87 anos e foram passar a lua de mel em um cruzeiro pelas ilhas gregas.
Isso aconteceu em 2008 e eles continuam unidos e felizes !!
Espero que todos nós possamos sempre viver lindas estórias de amor e que saibamos conduzir o enredo de acordo com a personalidade de cada casal, pois não há fórmula secreta, é a nossa individualidade que faz cada estória especial.

4 comentários:

Carol disse...

Que linda essa história, parece coisa de filme né?!
Tb sou uma romêntica incurável, adoro histórias de amor!

Acho que meu coração teria parado na hora do: Mary Me Marina!
Hahah emocionante!

Bjs! E parabéns para sua tia!

:*

Nárriman Alcure disse...

Relamente, essa história parece ter saído das telas de cinema ou de algum livro!
Amei!!
Bjs!!

Fernanda Reali disse...

Ai, que lindo! Como diria Francine, quanta volúpia, hehe!
Saudades de ti!
Bjs

Elis (Coisas de Lily) disse...

E pensar que tem gente que fica viúvo cedo e acha que nunca mais vai encontrar um amor. Ou, gente que prefere manter um casamento por conveniência por achar que jamais encontrará uma outra pessoa.

Linda história. O amor está aí pra todo mundo e de qualquer idade.

Que eles sejam feliz no tempo que lhe restam.